COMISSÃO DE ESTUDO DO NOVO CPC

COMISSÃO DE ESTUDOS DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL – CENCPC

DIRETORIA:

PRESIDENTE: Dr. Eduardo José Corrêa de Andrade

Vice-Presidente: Dra. Márcia Regina Braun

Secretária: Dra. Tania Maria Calcagno Vaz Vellasco Pereira

 

CONSELHO EDITORIAL

Dr. Eduardo José Corrêa de Andrade

Dra. Tânia Maria Calcagno Vaz Vellasco Pereira

Dra. Márcia Regina Braun

Dra. Wilma Moreira de Souza

 

A 1ª Publicação aprovada pela Comissão, ocorrida em 03/07/2016, foi o Artigo da Dra. Tania Maria Calcagno Vaz Vellasco Pereira intitulado “Quem me representa?!”

Após aprovação pelo Conselho Subseccional sobre a efetividade do disposto no art. 1.069 das Disposições Finais Transitórias do Novo CPC, a CENCPC criará um espaço neste link com perguntas objetivando  subsidiar, estatisticamente, o CNJ bem como acompanhar a aplicabilidade do novo CPC sob a ótica da advocacia.

O mesmo espaço estará aberto para perguntas dos profissionais que queiram contribuir para que a nova ordem processual instalada atenda aos reclames das demandas que exigem soluções céleres e eficazes.

Convocamos, nessa oportunidade, a todos os operadores do Direito a contribuírem nessa empreitada com perguntas trazidas da vivência forense.

Essas perguntas deverão ser enviadas para o email: comissoesespeciais.cabofrio@oabrj.org.br

Prefácio da Dra. Tânia Vaz

“Muito me honra ter meu artigo escolhido para inaugurar o link da CENCPC mas  gostaria de deixar registrado antes da leitura do artigo que quando escrevemos objetivando simplesmente o despertar daquele que lê é só isso mesmo que esperamos o DESPERTAR para o pensamento crítico de qualidade, o pensamento crítico capaz de mudar uma situação há tempo instalada . Uma situação que veda o olhar até mesmo da atual população que estuda nesse país.

Alguns podem achar que o texto não é adequado para a comissão de estudos do novo CPC por não falar diretamente sobre questões processuais, mas, esse pensamento prefiro pensar que será algo passageiro e quando a lucidez voltar se verá que são os que nos representam no Legislativo é que estão fazendo a “justiça” no papel, seja através de Medidas provisórias, leis ordinárias, decretos, portarias…

Precisamos ajudar o coletivo a ver o que é preciso ver e não o que é conveniente achar.”

Acervo da Comissão

QUEM ME REPRESENTA – Texto da Dra. Tânia Vaz

BREVES LINHAS – Texto do Dr. Eduardo José Corrêa de Andrade

A CENCPC , através desse link criará a oportunidade para todos os advogados e estagiários apontarem o descumprimento, a inobservância ou uso inapropriado da nova técnica jurídica processual.
Link: “Da Teoria à Prática